A lagrima que derramei

31/10/2017

A lágrima que derramei

O sorriso que doei

A palavra que escrevi

A fala que senti

Dentro do meu ser

Ao me ajoelhar

Diante do Senhor

Que a vida é coberta de doces surpresas

Cujo as ofensas

São tão pequenas diante do ato de generosidade do perdão.

A dor que senti

O amor que doei

Faz-me compreender

Que a nossa vida é tão simples de ser vivida

Pois tudo está na visão

Do nosso coração

E não com o olhar do mundo

O qual precisa aprender amar

O Céu sobre a terra e o mar.

O perdão que doei

Fez-me sentir

Mais pertinho do que está por vir.

A paz interior

Que me faz me sentir

Mais próximo

De Deus Nosso Senhor.