Ao centro da decepção

31/10/2017

Ao centro da decepção

Precisamos olhar para o verde da flor

E cultivar a esperança

No amor

Da nossa criança

Que mora dentro nosso interior.

Diante da aflição

Precisamos olhar

Para céu e para o mar

Para o branco das nuvens

Para o branco das ondas

Para o branco da mais linda flor

Para poder sentir o amor

E assim cultivar a paz

Dentro do nosso coração

Doando o perdão

A nosso irmão.

Diante do mais belo jardim

Olho para mim

E sinto a alegria de viver

Mais um lindo dia

Com muita alegria.

Que ajuda a ver

Que a nossa vida

Não tem um fim

Mas um novo recomeço

Dentro do nosso ser.

Diante do que aprendi

Eu senti

O aroma da mais linda flor

Coberta do mais puro Amor.

Aonde eu pode compreender

O que está dentro do meu ser

Que me ajuda a viver

Sem olhar para traz

Sentindo assim a paz

Do meu Criador