O que que ficou

12/09/2017

O que foi, que ficou?

De um tempo que passou

que não volta mais.

Hoje vivemos cobertos de ais

por vivermos como simples mortais.

Falar do ser divino é proibido,

foi totalmente esquecido

naquela casa antiga

que foi adormecida

por uma triste cantiga.

Mas o que foi que ficou?

daquela casa de pedra

que sempre procurou

dentro de sua frieza

manter acesa

a chama do amor

de Deus Nosso Criador.

Mas o que foi que ficou?

O que mudou

entre a erva seca e o azul do Céu.

O abandono do ser

que teima em não retirar seu véu

Para não ver

o mundo enfraquecer

diante da modernidade,

nos afastando da antiguidade.

Para não ver

as oliveiras tentando sobreviver

ao tempo da modernidade

dentro de sua antiguidade.

O seu fruto era pego com mãos simples

que faziam o azeite puro

sem conservantes.

Azeite que era colocado

numa lamparina sobre o altar

para manter acesa

a luz do Altíssimo,

durante o dia e a noite.

Hoje tudo é tão moderno

que o passado ficou no esquecimento.

Em vez de lamparinas com aroma da natureza

temos lâmpedas com luz artificial.

Em vez de construções solidas sobre a pedra

fazemos lares sobre o barro escorregadio

que ao menor sopro de vento caiem por terra.

Em vez de cuidar de nossa família dentro do Amor Divino

deixamos que o mundo exterior cuide dela.

Em vez de manter viva

a chama do Amor do nosso Criador

a sufocamos com o novo

que não tem valor.

Mas o que foi o que ficou?

A esperança de um dia

sentir a alegria

de sentir renascer

a essência do Amor

de Deus Nosso Senhor!