Pintamos

14/12/2016

Pintamos o céu

Pintamos o mar

Pintamos a terra

E pintamos a nossa vida

Com as cores que escolhemos.

Caminhos são nos apresentados

Mas, só um caminho, seguiremos...

Se é o certo, nós não temos tanta certeza.

Talvez tenhamos que retroceder

Para viver o novo amanhecer

E assim pinta-lo com uma nova cor.

Podemos escolher entre as tintas mais alegres ou mais tristes

Entre tintas mais leves e mais pesadas

A escolha depende do que cada coração

E do está sentindo no momento

Exato de colorir sua vida!

Posso pintar a o verde da esperança

Construir castelos de pedra

E não de areia á beira-mar

Os de pedra são duradouros

Resistem ás fortes tempestades

Mas os feitos na areia podem desabar

Diante da menor brisa do vento.

Aqui minha segurança é importante

Mas até um, certo momento.

Pois um dia precisarei partir

E tudo, eu aqui deixarei...

Pinceis e tintas

Castelos de pedra ou de areia

Só levarei comigo a cor da vida

Que aqui pintei.

Posso decidir pintar

O céu e o mar

Na cor do saber amar

Mas onde está esta formula?

Segredo que se esconde atrás

Da visão do coração!

Através da força da fé

Fé que pode nos levar até muito longe

Acreditando no mistério do Amor

Posso até pintar

Posso até sonhar

Mas só posso ir

Até aonde meu coração quer seguir...

- pelo caminho da serenidade e paz

Aonde a união faz a força.

Aonde o trabalho edifica o homem.

Aonde a amizade constrói o Amor.

Até chegar á casa do meu do Meu Redentor!