Tudo parecia tão sereno e tranquilo

25/09/2017

E tudo parecia tão sereno e tranquilo numa redoma de vidro preste a quebrar de uma hora para a outra.

E eu nem tinha ideia do que se passava de lado de fora do meu mundo!

Eu sentia que a vida era muito mais do que eu via e vivia, mas o que, eu nem conseguia imaginar.

A escuridão ficava cada vez mais forte diante do que eu tinha que fazer toda o dia, ela era tão intensa que apertava meu coração de tal forma, que parecia que a vida ia se acabar em segundos.

Foi então, que um dia encontrei uma menininha que me falou assim:

- Veja, como o sol está lindo lá fora.

Mas eu não vi o sol, mas nuvens tão escuras, que o dia parecia noite.

Deixei a menina sozinha e voltei para minha redoma de vidro.

Aqui eu fiquei pensando o que aquela garotinha tenha me falado, e, no porque que ela me pediu para olhar o sol, se estava prestes a cair uma forte tempestade. - quem sabe, só em cima de meus ombros...

Foi então que eu me apercebi que eu queria não estava aqui dentro.

Sai de dentro da redoma de vidro antes que ela me quebrasse por si mesma, e me machucasse de uma forma que não tivesse mais volta.

Segui porta a fora, vi um caminho arenoso, aonde ervas tentam crescer entre as pedras e nas beiradas do mesmo, mas não conseguem porque muitos já passaram por aqui em busca da sua liberdade rumo ao sol.

Aonde a vida floresce com mais harmonia e alegria.

Aonde se é livre se tornando prisioneiro do Amor!