Diante do que não posso ver

30/09/2019

Diante do que não posso ver

Diante do que não posso ver, o céu é o meu guia.

Diante da incerteza, o céu e a minha segurança.

Diante da angustia, o céu é o meu conforto.

Diante do conflito, o céu é a minha paz.

Diante da dor, o céu a minha libertação.

Diante do não saber, o céu é a minha sabedoria.

Diante da mais simples flor, o céu me mostra o segredo do Amor.

Sigo adiante com os pés na terra e o meu coração no céu.

Com a esperança da renovação de cada coração.

Com a esperança da renovação de um novo amanhecer dentro de cada ser.

Com a esperança de levar a cada criança, a certeza de que Deus as ama, atreves do coração de todos aqueles que têm o poder mudar a terra.

Com a esperança de sentir renascer um mundo novo coberto de Paz e Amor!