O que fazer entâo

21/08/2018

Ao amanhecer não sei se me levanto com a alegria, ou fico na cama sentindo a dor de meu coração?
Ao levantar não sei se entrego meus pensamentos nas mãos de Deus ou ás coisas que eu tenho e preciso fazer?
Ao fazer minha caminhada matinal, vejo tanta coisa que fere a natureza e por consequência a Deus, e eu não sei de devo falar ou calar?
Ao ir para o trabalho não sei se eu devo cumprir as exigências do meu patrão ou escutar a voz de meu coração.
Ao encontrar meu irmão triste não sei se falo algo para reanimá-lo ou faço de conta que nada percebi?
Ao senti-lo magoado comigo, não sei se lhe pergunto o que está acontecendo, ou fico quietinho na minha?
Ao me sentir ferido por ele, não sei choro, ou sorrio tentando esconder o tamanho de minha dor?
Ao centro de tanta dor não sei se falo de mim ou se o escuto?
Dentro da minha insegurança não sei se devo ficar perto dele ou me ir embora?
Dentro da minha duvida não sei se o que faço e te digo é correto?
O que fazer então?
Uma vez que o mundo me mostra uma coisa e Deus é totalmente o oposto.
O mundo me leva a acreditar que a dor é muito mais forte que a alegria do coração.
O mundo me força a crer que as coisas que preciso fazer têm mais prioridade do que os meus pensamentos em Deus.
O mundo me mostra que a natureza é fonte de enriquecimento, mas meu coração me fala do seu valor todo especial. Enquanto o mundo destrói e contamina a natureza, meu coração faz sentir que sua a sua filha, e me conta que ela cuida mim com todo o seu esplendor.
O mundo me ensina a querer mais e mais, enquanto Deus me ensina que devo apenas ser, porque o ter de nada vai me adiantar, mas já o ser, vai me acompanhar para todo o meu sempre...
O mundo me ensina ignorar meu irmão, mas Deus me ensina a lhe dar a minha mão e toda a minha atenção.
O mundo me faz sentir inveja, mas Deus nos ensina a compartilhar o pouco que temos, pois quando mais doarmos a quem tem menos que nós, mais nós receberemos.
O mundo me faz sentir raiva, mas Deus nos ensina a ser compreensivos, pois quanto mais compreendermos o outro, aprendemos a nos conhecer melhor.
O mundo me faz sentir ódio, mas Deus nos ensina a perdoar, pois é perdoando que encontramos a paz do nosso coração.
O mundo me ensina chorar diante da ofensa, mas Deus me ajuda a superar a dor do coração nos mostrando a visão do coração, nos fazendo sorrir com a doce compreensão.
O mundo me ensina a pensar só em mim, mas Deus me ensina que é escutando o meu irmão que eu encontro as respostas para as minhas perguntas.
O mundo me ensina abandonar meu irmão esteja ele bem ou não, mas Deus me mostra que não devo ir embora nunca, mesmo que meu irmão não possa me ver, eu estarei sempre pertinho, pois quando ele pedir a minha mão ou meu colo eu lhe a estenderei e darei.
O mundo me traz tanta insegurança sobre o que fazer e dizer, mas Deus me conforta me mostrando que o bem que fazemos sempre virá em nosso favor.
O mundo nos ensina a tirar a vida do outro, mas Deus nos ensina a doar a nossa, para que o outro tenha vida. Pois ele assim o fez por nós, dou a sua vida para que nós tenhamos vida eterna.
O mundo nos oferece tantas coisas impuras, tais como; bebida, droga, prostituição, apostas com dinheiro, e muito mais. Coisas estas que nos fazem sentir um grande vazio dentro do nosso coração. Deus nos oferece apenas uma, melhor ainda nos ensina a aprender a amar incondicionalmente. Amor este, que preenche o vazio do nosso coração, com o Amor dentro do nosso ser não há nada o que temer, porque nenhum mal chega perto de nós.
Na vivencia de minha vida eu aprendi que amar incondicionalmente é difícil demais, pois exige a renuncia do nosso querer para poder ser para todos aqueles que batem á porta de nosso coração.
Eu aprendi que não posso nem consigo agradar a todos o meu jeito de ser, e muito menos amá-los com a mesma intensidade.
Aprendi que por mais que eu não queira sempre vou ferir a quem eu mais amo por um pequeno gesto, uma simples palavra, ou ainda por fazer ou não fazer o que desejam de mim.
Aprendi que também sou humana, e por esta razão sou imperfeita.
Aprendi que se eu não tomar cuidado ao escutar a voz de meu coração posso vir a ser injusta com o meu irmão.
Aprendi que ser e estar presente na vida de quem queremos bem requer muita delicadeza.
Aprendi que eu nem sempre acerto, mas também nem sempre erro, e assim vou aprendendo a desvendar o segredo da vida.
Aprendi que sem amor nada se consegue, mas com amor tudo se alcança.
Aprendi que eu e você, que todos nós somos essência deste mesmo amor. É por esta razão que nós somos tão cedentes deste mesmo amor.
Nós somos gostas de Amor
Somos as partículas de Deus.